sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

História com bolinha vermelha no canto superior direito...

Quis o meu pensamento divagar pelo passado… parei pelos tempos de liceu, onde nos reuníamos no café perto das escolas a fim de acordarmos antes de mais uma manhã de aulas… Fiz bons amigos nesses tempos, uns perderam-se pelo caminho, outros não… lembro-me particularmente de duas… Como é óbvio não vou revelar os nomes, vou inventá-los… deixa ver.. pode ser a "Ana" e a "Xana"…
Pois bem, a Ana e a Xana, eram duas moçoilas já lançadas na vida, "frescas" como tudo mas feias de morrer… pronto, menos bonitas! A Ana tinha namorado fixo, a Xana saltava de colchão em colchão, com as suas mini-saias e os seus 100kg… As duas, para além da falta de beleza natural, tinham outra coisa em comum, as duas gostavam de nos chocar com as suas aventuras sexuais logo pela manhãzinha, não querendo saber se estávamos interessadas ou sem qualquer piedade pelo facto de termos tomado o peq.-almoço à poucos minutos!
Aquilo parecia uma disputa entre as duas… uma dizia "foda", a outra "broche" e a coisa descambava numa mera mesa de café..
Lembro-me que nessa altura dava o 1º Big Brother na TV e tinha surgido a mítica frase da Sónia: "Fazer sexo é tão natural como comer um iogurte"… Pois certa manhã, entrei no café e sentei-me com a Ana… ela lá começou a contar que estava mal disposta porque tinha bebido muita coca-cola durante a noite… Juro que tive medo de perguntar, mas como achei que era uma coisa completamente desligada a uma possível associação a sexo, perguntei…"É que a noite passada fiz um broche ao meu namorado e como ele se recusa a beijar-me depois de se vir na minha boca, obrigou-me a beber coca-cola… acho que bebi demais"… Fiquei tipo :o e quando lhe disse que não achava normal, ela responde-me com um: "Por amor de Deus, já estou como a outra, fazer sexo é tão natural como comer um iogurte"… Ela não tinha como saber, mas nesse dia quis o azar que eu tivesse comido um iogurte de banana antes de sair de casa… adivinhem quem passou a manhã mal disposta? Pois, eu!
Era assim a Ana, no meio de broches com coca-cola e o dormir agarrada ao "instrumento" do namorado… Mas a Xana não lhe ficava atrás! Não sr.! Um dia, farta de saltar de cama em cama, chega ao café e larga a bomba:"Meninas e meninos, logo estejam todos aqui para conhecerem o meu novo namorado, é que nos vamos casar!".. "AHH?"- respondemos nós em coro… e em vez da típica conversa: "Eu amo-o, somos felizes, blá-blá-blá", surge algo do género: "Foi o meu 1º orgasmo!! Eu amo-o!".. Nem nós esperávamos outra coisa, afinal de contas era a Xana!
À tardinha estava eu a ir para o café (alguma vez eu perdia este episódio?), e enquanto descia a rua, reparei num trolha com direito a botas com cimento, que me piscava o olho… fiz cara feia e virei a esquina… Sabem quem era? Pois… o "Sr. 1º orgasmo da Xana!"… AHH quando ele topou que eu a conhecia, ficou de todas as cores, só não se meteu debaixo das saias dela porque eram curtas demais e os "presuntos" da Xana apertavam a entrada!! Fui discreta como sempre… Casaram (se ele levou as botas com cimento, não sei), mas passado 2/3 meses encontrei-a à vinda do médico… tinha ido fazer o teste de gravidez… graças a Deus não engravidou, mas aquilo ainda durou… passou por várias fases: o pai da Xana que era cheio da pasta, não aceitou o casamento e pô-la fora de casa, ela não teve outro remédio a não ser ir morar para a humilde casa da sogra, onde vivia como uma gata borralheira sem direito a ser Cinderela, daí até à porrada do marido foi um instante… ao fim de um ano, e de ele ter engravidado outra, o casamento acabou! Resultado? Um BI aos 21 anos a dizer :"divorc."… Pouco depois disso, a Xana estava pronta para novos orgasmos!
Será que agora os meus amigos conseguem perceber porque é que nada sobre sexo, me choca? Acho que têm aqui a resposta!*****
Para quem achava que o Fernando Rocha não podia descer mais baixo... Vejam AQUI o vídeo... Bigada amiga^^

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Windows Vista ^^

Portugal no seu pior


Antes de mais, gostava de vos pedir desculpa por esta ausência, mas já cá ando outra vez...
Com a polémica do último texto, acrescento mais uma... um mau exemplo de funcionamento daquilo que mais nos preocupa, o emprego... Esta semana fui inscrever-me numa agência de emprego (não coloco o nome mas apenas porque considero que foi mais um erro de um funcionário do que propriamente do centro em si).
Bem, estava eu a fazer a inscrição respondendo às perguntas do costume... (já nem vou comentar a "cara de poucos amigos" que a funcionária me estava a fazer, que só virou para a versão simpática quando lhe disse que era licenciada)...
Mas qual não foi o meu espanto quando ela me informou que eu já estava inscrita na base de dados... perante a minha constante negação, ela descobre a pólvora:- " Ahhh que engraçado... há alguém com o mesmo número de BI que a menina!!"... -"Que engraçado??"- respondi eu: "minha sra isso é tudo menos engraçado!!"
- "Pois, deve ter sido algum colega meu que se enganou a introduzir o número"...
Bem, aquilo ficou mesmo assim, dois nºs de BI iguais, mas duas pessoas diferentes! Agora interessa saber: Terá mesmo sido um erro ou haverá alguém com um BI falso? Será que conseguem imaginar a gravidade da situação? E o pior de tudo, é que nunca saberei... a menos que me começem a chegar cartas estranhas a casa!!
Pode parecer uma coisa pequena, ou um exagero meu, mas desculpem-me, estas coisas não podem acontecer NUNCA!!!*****

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Vende-se AP ou aluga-se a estudantes...

Pois embora não seja costume, aqui fica um anúncio de venda ou aluguer de um apartamento no Porto... Deixo o link para quem quiser ver... Os interessados devem deixar mensagem aqui...

www.quintamarela.blogspot.com

Urgência médica

Esta semana (quis o infortúnio), tive de recorrer ao 112... nunca o tinha feito, mas há sempre uma primeira vez para tudo... tocou, tocou e... tocou... voltou a tocar e nada! Quando não podia ficar mais espantada, eis que atendem... segue-se o normal:
-"boa tarde, precisava de uma ambulância para o sítio tal na zona do Porto"...
-"qual é o motivo?"...
-"é uma idosa que lhe aconteceu isto e isto e tal..."
-"ahhh, só um cadinho que vou passar a chamada"...
- "Boa tarde, qual é o motivo?"... "bolas"- pensei eu... repeti tudo outra vez..
-"Mas foi na via pública?"...
-" Foi, mas já está em casa!"...
-" ah, mas então foi na via pública ou em casa?"
Eu não queria acreditar! -" Foi na via pública!!"
-" E que idade tem a sra?"
-" 74..." (75, disseram-me por trás e eu corrigi)...
-" Mas afinal tem 74 ou 75?"
Nesse momento apeteceu-me insultar a mulher, mas já me disseram vezes sem conta que é mesmo assim, têm de fazer muitas perguntas! Só não entendo o porquê da diferença de uma coisa que se pode tirar a limpo mais tarde...
- "Então e a sra não pode andar?"
- "Não!"- respondi, mas com vontade de dizer : Se pudesse já estava no hospital e não a pedir uma ambulância!... Fim do telefonema... e agora compreendo aquelas chamadasque ouvimos recentemente na tv... Eu quase explodi e tive um ataque cardíaco só com a paciência que se tem de ter, que nem imagino como seria se a situação fosse mais grave!
E depois é o que se vê, se falamos calmamente, é estranho porque não é suposto, se estamos nervosos somos acusados de não saber explicar as coisas!
Gostei particularmente da máquina de medir diabetes que eles não sabiam mexer e do desinfectar uma ferida apenas com água da torneira! Mas a cereja no topo do bolo, foi o "ferimento ligeiro" quando afinal era um osso rachado! Até agora ainda estou a tentar perceber porque foram os bombeiros e não o INEM a ir lá... Mas de resto, impecáveis!
Só é caso para dizer: o melhor é não nos mexermos, não vá às vezes o azar bater-nos à porta! Tenho dito!*****

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Finalmente....é meu!! ^^

Coisas que me deixam os cabelos em pé!


- Que um homem cuspa para o chão de cinco em cinco minutos, à minha frente;
- Que me tirem cabelos e pêlos dos ombros, enquanto falam comigo;
- Que um homem ande de palito na boca à homem primitivo;
- Que falem sem parar e não limpem o cuspo dos cantos da boca;
- Que enquanto falem, passem a língua pelos lábios constantemente... mas somos algum sapo?
- Aquele andar de mauzão nos gunas... é que nós temos coluna para suportar o peso e andar direitos, não somos pedaços de borracha;
- Domingos;
- Estupidez humana logo pela manhã;
- Condutores que andam a 10km/hora quando ja estou atrasada;
- Cafés fechados aos domingos;
- Shoppings atolados de parolos que vestem o seu melhor e mais azeiteiro fato, para vir à cidade;
- Questionários pelo telefone;
- E_mails (com vírus), para aumentar o pénis, quando eu sou gaja;
- O 1º cabelo branco que me apareceu e que eu tratei de esconder;
- Batons moles e rímel seco;
- Cerveja mal tirada;
- A 1/2 hora de publicidade no intervalo das séries;
- A política corrupta do nosso país;
- Acharmo-nos os melhores, esquecendo que estamos na cauda da Europa em todos os sentidos;
- Depender do telemóvel e gastar gasolina para voltar a casa e pô-lo na carteira;
- Que enumerem todas as coisas más do aquecimento global e se esqueçam das boas... li outro dia, um fulano que dizia que desapareciam uma centena e tal de aves mas em contrapartida iriam morrer menos uns milhares de pessoas devido ao frio;
- Que os telejornais passem notícias e imagens de pessoas aos bocados quando estou a jantar;
- Mães que têm filhos a torto e a direito para: os matarem, abandonarem, viverem em barracas, ou para terem direito ao subsídio de abono quando há tantas mulheres estéreis;
- Que maltratem os animais... Eu sei o que faria a essas pessoas;
- TPM;
- Estar irritada!!

sábado, 16 de fevereiro de 2008

E com tanta polémica à volta da saúde, parece que este lema veio para ficar... é triste não é?
Nós revoltamo-nos quando vemos países onde as pessoas morrem por não terem acesso aos medicamentos, mas que podemos dizer nós, que temos acesso a tudo, mas não fazemos uso deles?!E ainda fechamos hospitais... pelos vistos estamos muito saudáveis... enfim! Costumava dizer: "Se a ignorância matasse..." e não é que ela anda mesmo a matar?? Tenho dito!*****

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Conversa do dia dos namorados... ^^ (oh amor...)

- "Wanna be my valentine?"
- " Qual valentino qual quê? Valentão!"
Reformulei a pergunta: "Wanna be my valentão?"
ILY*****

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

O antes e o depois... (Thanks Corsa GT)

Antes do casamento ...

Ele: - Sim. Custou tanto esperar por este momento.
Ela: - Queres que me vá embora?
Ele: - Não! Nem penses nisso.
Ela: - Amas-me?
Ele: - Claro! Muito e muito!
Ela: - Alguma vez me traíste?
Ele: - NÃO! Porque ainda perguntas?
Ela: - Beijas-me?
Ele: - Sempre que possível!
Ela: - Vais-me fazer sofrer?
Ele: - És doida! Não sou desse género de pessoa!
Ela: - Posso confiar em ti?
Ele: - Sim.
Ela: - Querido!


Depois do casamento ...

Ler de baixo para cima. ^^

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Desabafo da madrugada

Há gente assim... que não precisa de guerras nem que alguém os deite abaixo... eles destroem-se sozinhos...
Há gente assim... que vive uma vida a guardar o melhor para o fim, sem se lembrarem que o fim pode já ser amanhã...
Há gente assim... que se deixa ser amada, mas evita amar...
Há gente assim... que passa o tempo a ganhar batalhas e como consequência, ganha um batalhão de inimigos...
Há gente assim... que opta por escolher determinadas companhias pelo interesse e no fim acabam sozinhas...
Há gente assim... e ainda bem que eu não sou assim... =)*****

sábado, 9 de fevereiro de 2008

E hoje sinto-me assim...

Girl power

Se há coisa que me tira do sério, é uma mulher ao ataque! Muito mais quando estou presente!
As mulheres têm vários truques para "encantar" um homem... uns caem, outros não...umas usam-nos
para conquistar, outras para obterem algo em troca... outras têm uma baixa auto-estima e nem reconhecem o seu "poder", outras têm exagerado ego e acham que todos os homens podem ser seus, bastando um click!
Ignorância e ingenuidade masculina à parte, porque o que está em causa são as mulheres, elas até podem ter um poder, mas esquecem-se que entre elas são todas feitas do mesmo barro! Umas de melhor qualidade, outras mais rascas! E como tal, cheiro à distância o ataque de uma mulher... ao meu ou a outro homem... a maior parte das vezes dá-me para rir, tal é a figura ridícula que fazem, outras, basta-me dar-lhes "aquele" olhar!
Mas ciumeiras à parte, incomoda-me que entre nós exista sempre uma competição... mais ou menos saudável, mais ou menos consciente... em algum momento já todas nós sentimos uma pontinha de inveja ou ciúme pelas nossas amigas...
Damos demasiado valor ao "amigos amigos, negócios à parte", tal é a rapidez com que muitas põem a amizade de parte e entram em guerra pelo namorado da outra...
Muitas vezes gostava de saber o porquê de não sermos como os homens... e não, não falo de coçar os tomates e escarrar pró chão, nem de mascar palitos ou mandar piropos só porque sim! Invejo a amizade, cumplicidade e companheirismo... não deve ser à toa que as "minhas melhores amigas" são na verdade, homens! E polémicas à parte, acredito que um homem e uma mulher podem ser só e apenas amigos... se a sociedade em que vivemos não fosse tão conservadora, ninguém se lembrava de transpor esse limite invisível!
O mundo é como é, mas isso não quer dizer que nós não temos um papel nele... as intrigas e ciúmes continuarão a existir, mas os ataques das mulheres em frente a mim qualquer dia acabam no hospital!! ^^ *****

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

É carnaval ninguém leva a mal...

E acabou... mais um carnaval que se foi, mais uma noite, mais umas bejekas... Obrigada amigos, estava a precisar de uma noite assim... Só faltou a Sílvia... Mas quem te manda apanhar a tosga sem nós? O Artur e o Regis, que voltaram a trocar-nos pelas terras de sua magestade...Será que o carnaval aí é melhor? Duvido... não conheceram a "Maria", não viram o Miguel Bigodes que diz ser parte da mobília! Ao Vítor e Bruno, prazer, aos restantes, desejo que o "mau tempo" passe depressa!
De resto, tudo igual... Muitos bêbados, muita gente que estraga a noite logo no início e no final ainda tive direito a uma poça de vomitado de alguém, à entrada de casa... Tentei pensar que era carnaval e ninguém leva a mal, hoje, a chuva já tinha limpo o passeio...
Hj não foi domingo, mas podia bem ter sido... cafézinho para acordar e passear a arrastar as pernas com a moleza... De noite divertimo-nos, de dia vemos os estragos... 982 acidentes, 10 mortos em 4 dias, 16 feridos graves e 317 ligeiros.. Em 3315 paragens em operações STOP, 293 iam com excesso de álcool, 99 foram detidos... querem mais? Miúdos de 14/15 anos no "bota abaixo" a espumarem a bebedeira, a quererem ser crescidos, esquecendo que as borbulhas os denunciam... Alguma vez, nos meus tempos de adolescente fiz semelhante figura? Há coisas que nem no carnaval se devem perdoar! E neste ano, condeno os pais destes pirralhos... que aos 6 anos lhes dão portáteis e telemóveis de última geração, aos 10, os deixam sozinhos em casa (para mais inf. vejam edição nº 194 da revista Sábado), a braços com drogas e sexo, e aos 14, lhes dão dinheiro para acabarem a noite no Hospital de Sto António!!
Fecho os olhos... mas apenas porque não me diz respeito... no dia em que houver uma tragédia com eles, ninguém me vai ver a derramar uma única lágrima de pena! É como dizia o Nadur, "hj em dia os putos têm acesso a muitas mais cenas que nós", não duvido, no entanto, a inteligência deixou de ser procurada!
Enfim... o meu carnaval foi bom! E o vosso?*****

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Teste aos Mouros! (Thank´s mano)

Epah, esta todos têm de fazer... Agora é que vão ser elas... quem falhar será automaticamente expulso desta cidade!! ^^

Quero saber os resultados*****

http://kaser.nsk.pt/puorto.htm

Foto do ano O.o

Voltei ^^


Bem meus amigos, especialmente ao Johnny e ao Omitígeli, a quem tantas vezes chateei por não porem nada de novo nos vossos blogues... afinal quem desapareceu fui eu! Mas sabem que mais? Volteiiii!
Confesso que ultimamente estive afastada dos "kafés"... alheia ao mundo do "kuxixo", enterrada na minha própria vida... É, crescer tem destas coisas, tira-nos tempo para os pequenos prazeres da vida...
Como diria a outra Joaninha (que nem sabia que partilhávamos o nome), andei a tentar descobrir a minha "peça fundamental", a que me fazia levantar da cama e encarar um novo dia... Não encontrei uma... mas várias... das mais banais como o toque do despertador, às mais extravagantes como a velhota que me fez de "estaciona" na faculdade!
Esta semana disse não aos problemas dos outros, aos kuxixos e intrigas maldosas!
Há muito que aprendi que se queremos estar em paz, temos de saber afastarmo-nos dos problemas dos outros e do mundo... mas tinha-me esquecido... Soube bem... e sabe! Viver como se não houvesse chatices, tirar umas férias de tudo, desde o cão ao amigo mais próximo...mas sabe ainda melhor, não ter que me chatear!
Havia vezes em que me sentia triste, ao perceber que sem mim, o mundo continuava a girar... Não dessa forma tão egocêntrica, mas aquele pensamento de não termos uma missão a cumprir! Cheguei à conclusão que no mundo onde eu vivia, isso nunca iria acontecer... ao abdicar dele e abrir os braços a outras coisas que julgava não gostar, encontrei uma nova realidade e uma nova missão... Não às intrigas, não às falsas amizades, não ao "diz-que-disse", não aos que não me conhecem e me julgam como sendo algo que nunca fui...
Amo quem me ama e quem me virá a amar, mas não odeio quem me odeia ou me inveja... Tenho apenas pena... por nunca terem percebido quem eu sou e por não saberem que a vida é curta demais para darmos um lugar e um tempo, à maldade!
Enganada está muita gente... a começar pela D.Graça e a sua filha metidiça... nunca irão perceber o que sinto ou penso... não as condeno... foi a vida que escolheram, a educação que tiveram, as meias que teceram... Enganado está o Nadur, com os seus ciúmes por quem não devia quando no meu coração há lugar para todos os que merecem... mas cada um à sua maneira.
"Não tem cartão, não entra"... O recrutamento é para quem merece, não para quem tem cunha..."Quem está livre, livre está"... Butes pró cafézinho do costume...******

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008