quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

domingo, 22 de fevereiro de 2009

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

1ª lição de fisioterapia (prática)

1- "Não tresandar! Há nos supermercados desodorizantes muito bons!! Da mesma maneira que isto se aplica aos vossos pacientes, também se aplica a voçes!"...Lollll... Eu é que fiquei a tresandar com aquele creme todo nas costas e mãos, mas estou aqui como nova! hmmmm....

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Canções de (des)embalar^^

Com o novo membro da família, ainda pequenino, e uma vez que ninguém (já), canta canções aos bébés, eu ando a praticar... oh olhem...

Atirei o pau ao gato to-to
Mas o gato to-to
Não morreu eu-eu
Dona Chica ca-ca assustou-se se
Com o berro, com o berro
Que o gato deu – miau.

Nos próximos tempos...




.... não se admirem se eu não falar noutra coisa que não ossos... É que tenho mesmo de saber todos os ossos, músculos, articulações... e para tal, há que adaptar os nomes a coisas banais do quotidiano... Portanto não se admirem se vos chamar de metacarpo, ou se vos perguntar se querem levar um pontapé no cú com a minha tíbia... ^^

E a minha próxima bíblia nos tempos que se avizinham, vai ser...

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Rescaldo do dia dos namorados

Ontem foi mais um dia dos namorados... Uns acham que é mais um dia virado para o consumismo, outros não deixam passar o dia, e há ainda, os que parece só se lembrarem de quem têm ao lado, nesta data!
E como tantas outras tradições, também esta se está a perder... este ano, não sei se da crise, da falta de interesse, do ser "encalhado", ou por se terem escondido bem, havia menos casais do que o costume nas ruas... e os que havia, eram maioritariamente de dois tipos: ou estavam com cara de frete por terem de abdicar de um sábado de borga, para estar exclusivamente com o "mais-que-tudo", ou então estavam mais interessados em olhar para as(os) namoradas(os) dos outros!
"Carinho e amor, procuram-se.... oferece-se recompensa a quem os encontrar!"
Bem, quanto ao meu dia, não me posso queixar... aproveitei o dia, oferecemos algo simples (e feito), por nós (porque isso sim tem significado), e ainda aproveitamos para pensar em quem temos ao lado... mas isso, já nós fazemos todos os dias... E o vosso como foi?*****

Portugal no seu melhor ^^

Frase da noite

"Oh Jakim, Jakim? Tu que és fã da Cicciolina, diz-me.... " ^^

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Brasil parte II

Dicionário Brasileiro-Português:

pancada de chuva = aguaceiros!

P.S- É assim que temos de começar a escrever??? Oh my good!! Ou deverei dizer: "Ou mai gudji"?

E o Brasil....

... anda preocupado com o aumento de casos de sida, em mulheres com mais de 50 anos... na reportagem, entrevistaram uma mulher que disse não usar preservativo (camiseta para eles), segundo ela porque: "Ah, eu não uso não! Só tenho um parceiro não preciso de camiseta!"... Hm, boa, resta saber quantas parceiras tem o "parceiro só" = S

E porque hoje é SEXTA FEIRA 13....


E para quem não sabe, aqui ficam duas curiosidades... pelos vistos há tanta gente com medo deste dia, que os gregos se lembraram de dar um nome à fobia: Paraskavedekatriaphobia (mistura entre fobia, sexta feira e treze), e para os que têm apenas medo irracional pelo número 13: Triscaidecafobia.
Como este costuma ser o meu dia de sorte... vou mas é jogar no euromilhões =)*****

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Música da noite

Americanices


Pois eu já estava mesmo à espera que a moda pegasse ao nosso povinho... o momento em que iríamos dar uma de americano...
Hoje no jornal, li que um fulano culpa a Metro do Porto da perda do seu emprego... Parecia uma daquelas notícias estilo os americanos gordos que processam (e ganham!!) as cadeias de fast-food, por os engordar!
Então o sr queixa-se de, na sua habitual rotina para o emprego, ter tido que esperar 35 minutos pelo metro que o levaria da estação da Trindade para a de Campanhã, a fim de apanhar o comboio para a Régua... resultado do incidente? O sr perdeu o seu emprego numa empresa de cruzeiros... O que pede então? O dinheiro de: bilhetes do metro, do bilhete de comboio, valor das chamadas que efectuou para tentar resolver a situação e 50 euros de pagamento de um dia de trabalho...
Vamos então aos factos... A Metro defende-se dizendo que avisou previamente os utentes, que estavam a realizar testes de sinalização (isto não podia ser mais verdade, até porque chega a ser irritante a quantidade de vezes que anunciam qualquer coisa), se o sr faz isto todo o santo dia, então o mais provável é que tenha o passe, e aí tanto faz 2 viagens ou 20 que paga sempre o mesmo, e por último, o melhor: se ele queria assim tanto ir trabalhar, tinha descido os aliados, em cinco minutos a pé estava em S. Bento a apanhar o comboio para a Régua!
Depois disto tudo, resta saber o que terá o homem feito no seu local de trabalho para o despedirem por um simples atraso...
O azar do sr, foi não saber que aqui, ainda não somos americanos e como tal, ninguém (até ver), aceitou defendê-lo!*****

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Mordeu-me uma mosca ^^

E não se admirem...

Se me virem na rua nesta figura... é que da forma que ando, qualquer dia vou redonda ao chão a dormir... E quanto ao chá de ontem... sem comentários... aquilo nem com uma caneca lá vai...

E esta noite vai ser patrocinada por....

A ver se é desta... (argh que odeio o sabor disto... mas para casos desesperados, actos de maior desespero ainda!)... até amanhã... ou até daqui a pouco...

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Excesso de falta de sono

Alguém me pode dizer a inutilidade útil das insónias?? Antigamente pensava que eram boas para pensar na vida... mas depois de uma semana a levar com elas na minha cama, já estou cansada de pensar... e cansada de não dormir...

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Ladrões de galinhas

De volta... e desta vez com um pouquinho de realidade à mistura... Pois tudo começou com uma conversa entre mim e a minha mãe...
Eu moro numa dessas casas bi-centenárias com paredes de pedra, frias e grandes, com portas de madeira a fechar janelas e portas de quintal... normalmente e pa quem não sabe, têm buracos na pedra para se porem umas traves de ferro contra as portadas... isto eram modas do antigamente... Só que ultimamente o meu pai lembrou-se de as por pela primeira vez nos meus 27 anos... Ontem foi a minha vez... e constatei que a madeira das portadas já tem um sulco de tantos anos a porem a barra contra ela... comentei com a minha mãe o porquê de antigamente se por isto, tendo em conta que naquela época só existiam ladrões de galinhas, e que como tal, ficavam-se pelo fundo do quintal... Ela respondeu-me da seguinte forma: " Pois, antigamente era mais pela paranóia, mas com a crise que aí vem, acho que vão voltar a existir ladrões de galinhas..." Fiquei a pensar nisso... como faz alguns anos que deixei de ter galinhas (e coelhos), no quintal, e não acredito que muitas pessoas as tenham na cidade, qualquer dia temos o ladrão de galinhas a entrar-nos em casa a ir buscar a "galinha" ao frigorífico! É, já dizia o provérbio: "mudam-se os tempos, mudam-se as vontades"... e já ninguém procura galinhas! O que tá a dar é mesmo home-jacking...
E pelo sim pelo não, paranóia ou verdade, achei melhor por a tranca... pode ser que assim o ladrão se lembre que a "galinha do vizinho é sempre melhor que a minha"...

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Vasco

Conheci-te sem querer. Foi apenas um feliz acaso, como tantos outros nas nossas vidas. Não me lembro que dia era, que tempo fazia ou o que tinhamos vestido... O tempo passou e nós fomos unha com carne... quando eu chorei, tu choraste, quando tu riste eu ri...
Gostava de ter sabido que no último dia em que falamos, era de facto o último que o faríamos nos próximos anos... gostava de ter dito um monte de coisas que não disse... gostava de te ter dado um abraço apertado em vez do habitual chapo no ombro... Não ia impedir que aquele dia terminasse, mas gostava de te ter perguntado o porquê de teres decidido sair das nossas vidas... gostava de ter tido o tempo que não tive. Mais ainda, gostava de ter entendido que aos poucos estavamos a morrer da forma que nos conhecíamos. O momento que te fez esquecer-me... Eu seria das únicas pessoas a entender a tua felicidade, mas nem tive direito a conhecê-la pessoalmente... se estavas feliz, eu estaria ainda mais, mas parece que apenas tive direito a uma mensagem... impessoal... fria... distante...
É... o meu melhor amigo vai casar... Desejo-lhe tudo de bom... que a tua felicidade compense o teu abandono aos amigos, mas não me vou culpar mais... já não mereces, da mesma forma que eu não merecia tê-lo sabido por outros... have a happy life*****