terça-feira, 31 de agosto de 2010

Tal e qual...

Pensamento do dia

Só me faltava esta, agora a culpa do IVA ter subido é minha, querem ver? Queixam-se quando sobe, mas quando desce não ouço ninguém queixar-se.. ai gentinha...

E já só faltam...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

domingo, 29 de agosto de 2010

E a partir de amanhã...

... entro duas horinhas mais tarde :D... acabou-se o acordar às sete da matina!!!

sábado, 28 de agosto de 2010

Um dia destes...

... ganharei "tomates" e irei... (mas não volto)!

Complexa simplicidade...

Fui feita do mesmo barro de todos... diferentes impressões digitais e formas abstractas que fui moldando com o passar dos anos... não sou perfeita e nem tenciono ser... Se ser imperfeita já é complicado, não quero imaginar como seria a pressão se fosse perfeita... sou então, humana. Como todos os que me rodeiam... uns mais, outros menos, mas todos do mesmo barro, moldado por mãos diferentes. Sou a sensibilidade num corpo cheio de gestos brutos, defendo-me do mundo forçando-me a ser forte. Nem sempre consigo. Muito menos com aqueles que amo, mas foram eles que me tornaram assim. Alguém que não pode ser como gostaria de ser, alguém que se fosse dessa forma, passaria a vida a levar rasteiras de tudo e mais alguma coisa e irrita-me profundamente, ao ponto de me magoar, que os outros não me dêem pelo menos exactamente o mesmo que lhes dou.... não por não poderem, mas por puro egocentrismo. 
Todos querem salvar a sua própria pele... mesmo que não haja uma ameaça real e eu que tenho amor a mais para dar, tenho de fingir que odeio meio mundo só para não ser magoada.
Pensei que valia muito mais na vida dos que me rodeiam... só pelo simples facto de eles representarem tudo para mim... esqueci-me entretanto que contos de fadas são como as fadas... fictícias... irreais... ilusórias e imaginárias... são histórias que nos contam em pequenos só e apenas para não perdermos a esperança da vida logo em miúdos... 
Hoje venho para casa com uma enorme vontade de fugir. Enquanto isso, os outros esquecem as discussões, as conversas e entregam-se a coisas triviais... não quero ser como eles... quero sair do casulo e ser eu sem perder mais um único minuto que seja... Hoje morro um pouco mais... Hoje questionei... amanhã terei a certeza.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Macaca esta é para nós!

... e porque hoje conseguimos vencer os "Faustos" do universo e ainda sair com um sorriso na cara! Well done!

Frases da semana e posteriores comentários =D (IV)

1- ".. compreendo.. mas compreenda que... " (By: Cris... oh Cris nós compreendemos...);
2- "RDIS? É Rédis!" (By: Vio... E tu? Tens rede?);
3- " Ai que eu vomito tão bem!!" (By: Mafagafo... Ka NOJO!);
4- " Garganta arranhada? Isso é do departamento do namorado dela!!" (By: Mafagafo... estás a ver o que acontece quando se goza com o mal dos outros???);
5- " Quando eu finalizo o assunto, fecho a janela (do PC)" (By: Mafagafo... a próxima vez que me chatear com alguém vou simplesmente dizer: Olha, fechei a janela!);
6- " O homem era italiano, eu só percebia: oni, doni, troni, quatroni!" (By: Vio... algo me diz que o sr não era italiano!!!)
7- " Qual é o seu nome? Pode soletrar? D-E-R-R-R-A-R-R-R-I!" (By Vio e seu cliente italiano! Salvo seja!);
8- "Qual é o seu número de telefone? Doni, doni..." (By: cliente da Vio... ahahahahah!);
9- " Oh H. posso fazer-te uma pergunta? Já fizeste, queres fazer outra?" (By: H. Valha-me deus chefinho!).

Sabe bem ouvir...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Pensamento do dia

Este fim de semana, pode ser aqui?

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

E porque há dias...

... como hoje. Dias cheios de horas e vazios de conteúdo. Horas que custam a passar de tão chatas e aborrecidas que são. Há dias assim, como o de hoje. Dias em que páro no tempo sem pensar em nada... momentos em que me sinto a pior pessoa à face da terra, mesmo que não tenha razão para tal... imagens invisíveis que me surgem à frente, sem que eu consiga distinguir o que é real ou ilusão.
Páro e penso. Penso e páro... em momentos que o tempo não volta a trazer e revolto-me. Não era o tempo deles. Deviam ser agora! Hoje sinto que é o primeiro dia do resto da minha vida mas a força que tenho para o enfrentar faz parecer que é o último. Tenho medo. Medo do que quero fazer e ainda não foi feito. Do tanto que ainda tenho para dizer e não disse. 
Há dias assim... que uma força invisível nos toca e rouba toda e qualquer energia... Hoje é o dia.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Porque às vezes esquecemos-nos de...

... agradecer todos os pequenos e simples momentos... Obrigada ;)

Para a minha Violeta

Muitos cházinhos destes (de mim) a ver se melhoras depressa... Estamos urgentemente a precisar de ti para espingardar contra os "Faustos" do universo! Fica bem ;)*****

E ultimamente tem sido assim....

... e como tal tenho andado mais desaparecida... volto em breve... pelo menos vou tentar... pena que ainda hoje é Terça!!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Frases da semana e posteriores comentários =D (III)

1- " Não me chegam as mãos para momentos infantis!" (By: Márcia... ninguém duvida!);
2- " Cheiras a pónei!" (By: Márcia... Momento infantil número um...);
3- " A senhora mudou de pacote!" (By: Márcia... tu lá sabes!);
4- " A first call é como a virgindade, uma única vez!" (By: Mafagafo e Vio! Oh meu deus...);
5- " Está tudo aberto!" (By: Vio... Salvo seja!);
6- " Oh H. é uma questão de tirar e por?" (By: me... sim porque também tenho destas coisas! Era o pisco!);
7- " Estou aqui toda desmamada!" (By: me... queria dizer destapada...no decote!Ups...);
8- " Pacote de sumo!" (By: La Salete... de consumo, mulher! Consumo!);
9- " Hoje ainda não fui estimulada!" (By: Cris... motivada!);
10- " Joana, pareces o Joaquín Cortés com essa camisa!" (By: Agostinho... e não, não devolvo o reembolso do espectáculo que não dei!);
11- " Credo... mas um Joaquín Cortés muito ordinário!" ( By: me... depois de ver que o decote estava aberto);
12- " Cheiras a cócó de pomba!" (By: Mafagafo... mas eu tenho culpa de levar com ele em cima?);
13- " Dona Maria Cândida? Está a ouvir-me? Dona Maria?" (By: Vio, sem se dar conta que tinha o microfone virado para cima!)
14- " Vamos já fazer esse despiste!" (By: Vio... ahahahahah! Era só um telefone mulher!)
15- " Toalhitas para limpar a tampa da sanita? Mas eu faço xixi de pé!" (By: me... eu queria dizer sem me sentar, tá???!).

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Alô? Operadora?

" Oh menina mas andam a roubar-me? Eu não conheço nenhuma IVA 21 (%)... e ainda me cobram 2,32 Euros??" Ahahahahahahahahahahahahah!!!!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Mas há mesmo necessidade disto?????

Pensamento da noite.

Nunca seremos um só. Não o seremos até desistirmos um pouco de nós. Não o seremos até que as horas sejam iguais para os dois, ou que pelo menos se encontre mais do que cinco minutos de ar comum. Nunca seremos felizes enquanto o passado nos assombrar. Enquanto deixarmos que este ar poluído nos corrompa. Nunca o seremos enquanto não soubermos quem somos e onde vamos... Onde gostaríamos de ir, invés de deixar que isso seja eternamente um sonho... Tenho medo. De nunca me encontrar... a mim e a ti.

For you Richie Boy :)



Saudades das nossas conversas. Saudades das madrugadas. Saudades de férias. Saudades dos hot pink sunglasses às sete da manhã. Saudades das gargalhadas. Saudades tuas. Volta depressa, mas acima de tudo, aproveita! ;)*

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Sadness

Há momentos assim. Passamos os dias todos juntos, conhecemos e damos-nos a conhecer... pouco, muito ou nada... e sem nos darmos conta, novas amizades se criam... E sim... é bonito estarmos todos juntos no dia-a-dia... a rir, a brincar com tudo e todos, numa tentativa de colorir a vida real... um pouco menos cinzenta, mais cor, mais vida, mais sentido e sentimento, mas depois, o dia acaba e vamos para casa. Lá as cores são outras, mais ou menos, o importante é que desligamos daquela faceta do dia e voltamos à realidade... Lembramos-nos que somos feitos de carne e osso, que temos problemas reais e que nem sempre estamos lá para dar a mão...
Hoje apanhei um susto... dos grandes. Não tão grande como quem o viveu, mas ficou na memória o sentimento. Vivemos de perto a dor do outro e sentimos a sua agonia... assim... sem sabermos como ou porquê... Sem nos importarmos connosco, sem nos importarmos com o que nos rodeava... Realmente a amizade é algo inexplicável... nada importou a não ser quem sofria.. Quem naquele corpo de menino, se contorcia cada vez mais de dor... quem nos lembrou que essas coisas não são só de pessoas idosas... e o quanto nos esquecemos de agradecer constantemente por certas pessoas existirem nas nossas vidas!
Obrigada... por tudo my monkey! Por seres a pessoa maravilhosa que és! Só espero que tudo melhore e que voltes depressa para as tuas macacas!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

E hoje...

A minha melhor amiga faz anos!!! Parabéns Mamã, e obrigada por tudo o que representas para mim! Espero um dia ser pelo menos metade, de ti! Beijos do tamanho do universo.

GRRRRRRRRR

Mas alguém me pode dizer para onde foi o fim de semana? É que passou tão rápido que nem dei por ele...

sábado, 14 de agosto de 2010

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Frases da semana e posteriores comentários =D (II)

1- Empresta aí a caneta badalhoca (By: Violeta...Quem roeu aquilo? Que bocas lá andaram antes de ti?)
2- Steven Siebel! (By: Agostinho. Mas o Steven Seagal tem alguma culpa de o programa se chamar siebel??)
3- Se apanhasse o rapaz de costas.... Não lhe fazia nadinha! (By: Mafagafo... Continuo a não querer saber!)
4- Telefone pisquento! (By: Violeta... é da maneira que não nos esquecemos das campanhas!)
5- E se eu quiser alargar a Vanessa? (By: Agostinho...Podias ter referido a sigla "Bts" que a coisa não mal...)
6- Em minha casa estou cheia de cobertura! (By: Violeta... de rede macaca! De rede!)
7- E quanto tenho de pagar pelo meu pacote? (By: Márcia... Mas tu não aprendes mesmo?)
8- Entrou-me pelo buraco errado! (By: La Salete... e o pedaço alface!)

And...

(my lucky day!!!)

Mas quando..?

Há um lugar para todos nós. Uma cadeira, um banco, um chão, que espera sem se cansar, por nós. Há... é verdade... só não sabemos onde. Se calhar nunca o saberemos mas no entretanto vamos sentando... aqui e ali, num passeio, numa cadeira emprestada, na cama de alguém, num banco de jardim, esperando um dia encontrarmos uma à nossa medida... 
Nos dias que correm não é tarefa fácil... Há várias cores e feitios disponíveis, a preços sempre inacessíveis aos nossos bolsos e as que há, não são feitas de sonhos e desejos... Tenho muitos. Mais do que cadeiras. E sei que nada nem ninguém me vai dar a que eu procuro. Sou eu, que naquela estrada sombria onde o sol tem vergonha de se mostrar, que com mais ou menos cansaço, a vou conseguir atravessar. É nela que me faço eu. É depois dela, que vou finalmente poder descansar numa cadeira a que possa chamar minha.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Thank's Mafagafo :)



"... Pai nosso dói mais porque a bolinha é maior..." ^^

Amanhã é Sexta, não é?

( ai de quem disser que não!!)

Finalmente..!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

E esta manhã...

... é segunda-feira...

domingo, 8 de agosto de 2010



"... Where will we be when we come undone? Just a simple meeting of the minds..."

E...

... hoje fizemos de conta que o amanhã pode ser algo bom.

Tonight

Sei que é em noites assim, que saio de casa sem destino definido, que vou encontrar o mundo real. Sei que é assim que as coisas todas a que fujo no dia-a-dia me vão encontrar, algures numa rua mais movimentada. Sei que não interessam as inúmeras bebidas que passam na garganta, não são elas que me vão fazer abstrair do regresso ao passado ou muito menos fazer-me esquecer do que não quero lembrar. A realidade está em cada esquina que passo, para me fazer lembrar que o mundo é sujo, é podre e a sociedade cada vez mais, me enoja.
Valem-me as pessoas, as outras. A rara minoria que não mostra as suas iras assim por dá cá aquela palha. Os que deixam os problemas em casa e aproveitam cada segundo para rir de tudo... inclusive de si mesmos. Eles não sabem, mas são eles que realmente importam... Os que se preocupam sem se preocuparem, os que escutam mesmo estando longe, os que riem mesmo sem saber porquê e os que olham sem saber o que isso significa ou que alguém lhes devolve o olhar.
E eu bebi... tentei procurar aquele estado que me levava para longe da triste realidade... de sentimentos bons e maus que ainda existem sem existirem, os que estão ali sem alguma vez terem sido declarados. Resultou na primeira hora... depois disso foi a recordação de tudo, num corpo que mal se equilibrava... eu sempre disse que mesmo ébria, nunca desligava totalmente da realidade... e o resultado foi este... todos dormem, menos eu.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Eu sei que é Sexta-feira quando....

1- Saio do metro uma paragem antes do meu destino;
2- A pressa de ir para o trabalho é tanta, que chego mesmo em cima da hora;
3- Estou no "break" da manhã a tomar um café e suspiro de alívio ao ver que ainda tenho 5 minutos, para me lembrar logo de seguida que o meu relógio está atrasado 6 minutos;
4- Passo a manhã a responder "é assim" e "prontos";
5- Carrego na tecla "off" do pc em vez de no botão de fechar a gaveta de cd's e perco as aplicações em que estava a trabalhar;
6- Chego à hora de almoço cheia de sono e a achar que é pouco tempo;
7- Chego ao fim do dia, dirijo-me para o metro e subitamente lembro-me que me tinha esquecido que hoje é sexta-feira!

Frases da semana e posteriores comentários =D

1- "Aquelas coisas que o corpo deita fora" (By: Cris... oh meu Deus não quero saber! Não quero saber!)
2- "Ontem à noite lembrei-me de ti... estava a comer uma salada com uvas!" (By: Matilde... Mas quem me manda a mim comer uvas à sobremesa?)
3- "Ontem à noite quando estava com o meu namorado encontrei um cabelo teu num sítio que eu cá sei!" (By Mafagafo... Não quero MESMO saber! Vou ali comprar um shampô anti-queda e já volto!)

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

E estes dias... I miss you more...

Pensamento do dia

Às vezes deixo a cabeça em casa... deixo-me levar pela ira e quase rebento... quase! Hoje foi mais um desses dias... em que perdida no teu mundo de inseguranças e inferioridades, certamente cheio de vazio também, deixas que tudo se transforme em ignorância, estupidez, frases irracionais, juízos de valores e ódios mal direccionados... certamente farias um psicólogo ficar rico, mas nada disso me importa... não mereces sequer uma palavra de apreço minha... e os "olás" que te dou, são apenas fruto da obrigação... 
Quando páro para pensar, penso em ti e agradeço... agradeço a tua ignorância, os teus berros e a tua má personalidade... só e apenas porque me fazem perceber, aliás, agradecer, a boa educação que os meus pais me deram em casa... Só assim consigo olhar para ti e crescer enquanto pessoa... bem melhor e maior que tu.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Dicção...

... mais conhecida por destrava línguas =)

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

E o regresso ao trabalho foi assim...

... a rir o dia todo! Venham mais assim =)

domingo, 1 de agosto de 2010

We

Decidi escrever este texto, como reflexão de mais um ano que passa desde o último sobre este tema... Não juntei conceitos, nem sequer pensei muito sobre o assunto... é complexo demais para ser facilmente entendido... não compreendo as razões, o que aconteceu ou o que nos aconteceu... A verdade, é que a praia está deserta... e de nós e dos outros, nada sei. Não sei em que ponto estamos nem sequer se estamos em lugar algum... um ano muda muita coisa e nós não fomos excepções... podíamos ter sido, mas não deixámos. Uns porque mudaram, outros porque não aprenderam e outros porque não compreendem... Eu não compreendo. Tento, mas não posso ser eu a mudar o ano que passou... tentei e não consegui... lutar contra a maré é demais para mim se as ondas não ajudarem e então, fiz como o resto... fui picuinhas demais e nem me atrevi a por o pé na água gelada. E assim, a praia ficou vazia... sem os nossos corpos, sem as nossas pegadas na areia, sem as nossas coisas, sem as nossas brincadeiras e sem as nossas gargalhadas de adolescentes.

Thank's Igor =D

Sou...

... anti burros!

Pensamento da noite

Nos últimos dias não tenho andado muito presente... Tenho andado ocupada a viver... Não é tão fácil como se pensa e nem sempre é tão bonito quanto se diz. Seja como for, entre um obstáculo e outro, tenho tido muito tempo para pensar... pensar nos que partiram da minha vida, a bem ou a mal, dos que estão nela apenas por interesse ou por realmente quererem... há de tudo um pouco: os que vivem a vida dos outros para terem eles mesmos uma vida, alimentando-se de desgraças alheias e morrendo um pouco mais depressa por estupidez, os que se agarram aos outros por terem medo de "cair" quanto mais não seja em esquecimento, os que sem lhes pedirmos, estão sempre por perto para dar uma mão, mesmo que o fardo seja demasiado pesado para aguentar, ou mesmo sem saberem sequer o que se passa, os que, só por existirem nas nossas vidas, já chegam para nos arrancar um sorriso e nem vale a pena falar dos outros que não interessam... os que de tanta estupidez pegada, se "matam" a eles mesmos para nós e para o mundo... É triste muitas vezes, constatar a imbecilidade do mundo... dos que ocupam os lugares dos bons, dos que passam uma vida inteira sem saber o que significa viver, dos que não conhecem a maravilha das cicatrizes deixadas por mais uma batalha vencida... Tenho orgulho. Em mim, nos que sei que são amigos, nos que me estão próximo e alguns desconhecidos, que transformam o mundo num sítio bem melhor de se viver. A todos eles, obrigada, a todo o resto que não faz mais do que poluir, só espero que a vida vos ensine o significado de dificuldade... não é mau desejo, pelo contrário, se souberem, é sinal que aprenderam, venceram e se tornaram seres menos desprezíveis...
Quanto a nós... Estamos no bom caminho para aumentar a inveja de muita gente... that's life.