quinta-feira, 28 de março de 2013

Contagem decrescente -2

Igor não te assustes quando vires o meu cabelo ok amor? Mas afia as tesouras que vou dar-te que fazer!

=)

E finalmente o tão ansiado dia chegou... São férias! Chega de ranho, espirros, curativos e aulas... Até Abril meus amores em tamanho pequenino! Vou ali 10 dias e volto logo a seguir!

Pe(n)samento do dia

E é tão bom recebermos assim um miminho... Obrigada Friederike, vais fazer falta!

quarta-feira, 27 de março de 2013

Contagem decrescente -3

Está quase... que viver longe da praia não tem assunto nenhum e faz-me mais seca e velha...

Coisas da Alemanha (IV)

Estava eu descansada da vida com uma amiga numa gelataria italiana quando à minha frente um homem na casa dos 70, nos fitava com olhar sinistro... Vai daí, levanta-se e pude reparar que tinha peito (maior que o meu)... a coisa já teve piada por isso mesmo... mas quando se levanta e lhe vejo uma destas nas pernas... Foi geral... um café inteiro às gargalhas!

terça-feira, 26 de março de 2013

Contagem decrescente- 4

Falta tão pouquinho... e esta vista cada vez mais perto de mim =)

So special...

Pensamento da noite

É sempre assim... quando estou perto de sair de casa para umas férias, há sempre um monte de coisas a fazer... e outras tantas que ficam em esquecimento...

segunda-feira, 25 de março de 2013

Contagem decrescente- 5

Algo me diz que estas garrafinhas vão animar algumas noites minhas nos próximos tempos!!! Não é que o Jägermeister seja mau, mas estas... têm um toque especial :)!Ah que vai saber tão bemmmmm =)

E hoje...

... recebi o meu primeiro ovinho de Páscoa! Cor e pintura originais para uma criança de seis anos! Obrigada Dani ^^

domingo, 24 de março de 2013

Contagem decrescente- 6

Ahhhh... que estes dias até lá passem a voar...

Acordar

Já o meu avô dizia: "Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer!"... Bem, não acho que vá crescer mais (a não ser a nível pessoal e intelectual), mas sem dúvida que me sinto muito bem! Bom dia mundo!

Einkauf Hölle

E isto sim... é o que se chama de soma dos infernos! Juro que não fiz de propósito... foi só uma ida ao supermercado sem cabeça para compras ou para lá passar uma eternidade... Muah ah ah!

Welcome Spring

É a minha estação preferida embora esta seja diferente... As árvores ainda não estão prontas a florir e lá fora quase neva com tanto frio que se sente... Daqui a uma semana, estarei num sítio perfeito para sentir de uma vez por todas, que estamos em Março.

quinta-feira, 21 de março de 2013

domingo, 17 de março de 2013

Remembering...

Pensamento da noite

Não é uma mistura de cores. Não é montagem nem sequer um desenho... fica uma pista: se não querem um joelho como o meu, não experimentem andar de bicicleta na neve... ski deve ser feito com os objectos apropriados... não desta forma :D

sexta-feira, 15 de março de 2013

Nós

Nós. Somos nada quando queríamos ser tudo. Somos tudo quando não podemos ser nada. Somos o vazio das horas em tempos mortos. Somos o completo num mundo incompleto. Somos a sombra do que fomos um dia. Somos corpos e almas em tempos diferentes. Somos mais do que nunca. Somos menos do que queremos ser. Somos inimigos em horas de tédio. Somos melhores amigos no restante tempo do dia. Somos a saudade imortalizada em momentos de distância. Somos o afastamento forçado pelas barreiras dos países. Somos a vida que o outro deseja. Somos as cores que não existem no arco íris depois da chuva. Somos sentimentos que não compreendemos. Somos quem nunca pensamos ser. Somos os sonhos que sonhamos para nós. Somos tudo o que calamos dentro do nosso ser. Somos nós. Somos apenas nós. E somos muito mais do que sonhamos um dia.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Pensamento do dia

A maior chapada que podemos dar aos nossos inimigos é a nossa realização pessoal e profissional... E eu, estou no bom caminho! =)))

quarta-feira, 13 de março de 2013

And what if...?

Faz tempo

Faz muito tempo que aqui não escrevia. Os dias, essas coisas raras e complexas, foram passados entre afazeres e "nenhum-fazeres". A infecção bacteriana que entretanto melhorou para vírica (isto é melhora???), ainda cá anda por companhia e a cabeça, essa anda entretida entre um e outros mil pensamentos que só a mim dizem respeito.
Não resta muito mais de mim. Da minha vida. Nem sequer interesse tem para os restantes mortais... bem... talvez para um ou dois mas não para a maioria. Estou apenas concentrada no regresso a casa. Temporário como todos os que tenho feito. Mas este será diferente. Olho para essa semana como uma cura. Estou sinceramente a precisar do miminho da mãe, da praia (mesmo que o tempo não seja convidativo), e até, imagine-se, da humidade da minha cidade que tanto mal faz aos ossos. Das minhas coisas (as poucas que lá ficaram), dos meus amigos e dos meus refúgios. Estou a precisar ficar sozinha no meu antigo mundo e não neste em que me encontro agora. 
Perguntaram-me hoje admirados, se eu estava sozinha na Alemanha... a viver por mim e para mim, sem alguém que me confortasse os momentos de agonia e saudade. Sem alguém que me fizesse o jantar em noites que chego tarde como hoje. Sem alguém que me aquecesse os pés em noites frias como estas... Respondi orgulhosamente que sim mas deu que pensar... Por vezes as coisas não têm tanta piada... Aprendi a fazer tudo sozinha... desde consertar a bicicleta a trocar tomadas eléctricas... arranjar canos e pagar as contas a horas. Mas perdeu-se a piada. Em noites de tempestade sabe bem fingir que temos medo só para que alguém nos abrace... ou de noite quando acordamos com um baralho estranho na porta, sabe bem ter alguém ao lado que nos vai defender de um perigo eminente que não passa de ilusório... Estar sozinha... aqui em casa ou na Alemanha, não tem de facto tanta piada como gostaria... Mas é facilmente encontrada quando reencontro os amigos que entretanto fiz. Não é o mesmo, mas é algo... Duas semanas e volto ao "meu mundo"...

Piada do dia

Se acho que tem piada começar a trabalhar às oito da manhã no Inverno? Não, não acho.
Se acho que tem piada olhar pela janela, ver tudo coberto com um metro de neve a saber que vou ter de pedalar? Não... nenhuma piada.
Se mesmo assim, acho piada ao facto de cair duas vezes da bicicleta, em quedas aparatosamente estúpidas e sempre a cair sobre o mesmo joelho? Não acho mas tenho de me rir para disfarçar o embaraço.
Se depois de trabalhar, limpar ranho e aturar miúdos, ainda acho piada a ir para as aulas, apanhar dois metros diferentes e durante duas horas só falar em alemão? Não... mas estou muito cansada para explicar o porquê...
Mas se mesmo assim me perguntarem, respondo com toda a certeza que faria tudo outra vez... porque eu sou este bicho raro que quanto mais faço mais motivação tenho para fazer.