domingo, 1 de fevereiro de 2009

Como parece que só o Pedro e eu gostamos disto... Para nós ^^

1 comentário:

Peter Black disse...

Perante o teu “post” sinto-me na incumbência de colocar um comentário no mínimo original…

...no entanto, como, às 9:36 PM de uma quinta-feira de um Fevereiro frio e branco, a minha criatividade encontra-se um pouco adormecida… posso apenas dizer que os canadianos têm sido bastante profícuos na juventude rockeira que têm internacionalizado.

Por aqui, em Portugal, a malta da música tem que trabalhar para poder pagar a renda da casa! Mas estamos bem! Todos…!
O que é preciso é música independente, com instrumentos orquestrais, e uma batida progressiva para polvilhar os nossos neurónios com melodias hipnotizantes e a força de um groove original, no entanto sempre análogo, ao que brotava dos primeiros tambores que ecoaram em África nos primórdios da humanidade.

Deste amigo,

Um Abraço!