domingo, 14 de outubro de 2012

Ghosts of mine

E eles voltam... sempre o fazem... os fantasmas do passado que nunca nos abandonam realmente... seja em forma de gente ou apenas no pensamento... em formas distorcidas de uma realidade que no real, nunca foram o que pensamos ter sido.
Ignoro-os. Ou tento. Também eu sou gente. Também eu sou humana e sinto como os outros. Nem sempre é fácil darmos a volta e fazer de conta que não temos medo. Eu tenho. Mas finjo não ter. Por alguma razão acho, que se tiver medo e mostrar, ou se parar para pensar neles, os atraio mais depressa para a minha vida... mesmo que os fantasmas não sejam meus... mesmo que o passado não seja o meu e por mim, teria-os matado à nascença.
Mas sim... também eu sou uma pessoa... igual a tantas outras e diferente dos comuns mortais. Tenho um coração e não uma pedra em seu lugar, amo de verdade e não por conveniência, choro porque não consigo evitar e não para chamar atenções, rio de contentamento e não porque fica bem.
Mas eles andam aí... consigo senti-los à distância... estou forte... mas até quando? A minha sorte é que te tenho a ti... e dar-te a mão sempre os afasta mais um pouco.

8 comentários:

Anónimo disse...

A verdade é que eles não existem mesmo. São apenas assuntos mal resolvidos que vamos arrastando dum qualquer passado até ao presente. Mas quando se tem um coração a sério. como o teu ou, quando chegaram "os dias mais corajosos" como são hoje os teus, eles vão desfazer-se em mil cacos. E um dia também te vais rir, sentidamente, quando varreres o último caco.

MissV disse...

Oi, dei uma passadinha no blogue e gostei bastante dos textos que li.
Parabéns

Se quiser passar no meu eu agradeço, é recente e agora ainda pouca gente sabe que existe, se não se importar deixo aqui o link.

Muito obrigado, vou seguir o blogue :)

http://www.devaneios08.blogspot.pt/

Strawie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Strawie disse...

Obrigada ;) Vou guardar o link e amanhã dou um salto por lá ok? Obrigada pelo elogio :)*

provokactor disse...

...é bom saber de ti algures no planeta...onde te possas "épanouir". Fiko feliz, se estàs feliz!
Um sôpro.

Anónimo disse...

<3

Strawie disse...

Obrigada, e sim, estou feliz. Espero que também estejas!
Um kafe.

Anónimo disse...

<3